woman take tooth implant false tooth on green background

5 Etapas para quem quer colocar um Implante Dentário

PORQUÊ INVESTIR NA SUBSTITUIÇÃO DE UM DENTE?
A estabilidade da dentição natural provém do facto de todos os dentes se tocarem, se suportarem mutuamente e de partilharem o esforço da mastigação. Quando se perde um dente, o seu antagonista (dente oposto) torna-se inútil à mastigação e irá naturalmente deslocar-se na direcção do espaço oposto vazio. A raiz irá ficar exposta e o dente ficará sensível ao frio, aos alimentos açucarados e ao toque. Esteticamente, além de descarnado, o dente ficará mais extruído e inclinado.

Além disso, os alimentos terão tendência a alojar-se entre todos os dentes contíguos, que entretanto se movimentaram, favorecendo o aparecimento de cáries, doenças das gengivas e perda óssea.
Resumindo, no curto prazo, a perde de um dente pode significar a perda dos dentes vizinhos e, consequentemente, da estrutura óssea facial.

IMPLANTES DENTÁRIOS
Actualmente, a utilização de implantes é uma prática médica corrente que permite melhorar ou substituir partes do corpo perdidas ou difuncionais com uma taxa de sucesso notável. Na medicina dentária, o progresso dos implantes dentários no últimos dez anos, tem-nos permitido assegurar soluções funcionais e estéticas idênticas à dentição natural (terceira dentição).

5 ETAPAS DO INVESTIMENTO
Consulta
A primeira consulta, determinará se a implantologia é aplicável as suas necessidades. Especial atenção às consultas gratuítas. Um exame oral responsável e minucioso, dificilmente poderá ser efectuado sem qualquer custo para o médico dentista e, consequentemente, para o paciente. É agendada a colocação do implante.
Colocação do implante (raiz)
Após aplicação de uma anestesia local, é colocado o implante dentário (titâneo). Trata-se de uma consulta de uma hora finda a qual, o paciente fica imeditamente apto para regressar a casa. Nesta fase ser-lhe-á debitada a Cirurgia de Implante. Só irá ter novo encargo passada a fase de osteointegração.
Fase de Osteointegração
É o processo natural em que as células ósseas se multiplicam e se “soldam” à volta do implante para permitirem uma integração perfeita. Este processo depende do seu organismo demorando geralmente 3 a 4 meses.
Colocação da coroa (dente)
Logo que se obtenha a ancoragem sólida do implante, é confecionada a coroa (dente). O médico dentista faz o molde do dente e envia para o laboratório. É-lhe debitada a coroa e agendada a respectiva colocação.
Consultas de seguimento
A fim de assegurar a longevidade do investimento que fez na sua boca, é fundamental ter um higiene cuidada e orientada pelo seu médico dentista. O controlo do implante é efectuado quando faz a sua higiene oral, de 6 em 6 meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *