= Clínica Bessa | Bio Bank | Clínica Bessa

URGÊNCIAS DENTÁRIAS 24 HORAS: 912 308 905

Bio Bank

clinicabessa futurehealthbiobank

A Clínica Bessa aposta numa parceria  com a Future Health – líder global no armazenamento de células estaminais recolhidas a partir do dente. Sediada no Reino Unido e presente em mais de 64 países e com acesso aos melhores especialistas e à tecnologia mais avançada, a Future Health já armazenou mais de 90.000 amostras até à data.

Descubra em que consiste este inovador método de criopreservação.

As células estaminais são os constituintes do nosso corpo. Elas têm o potencial de se autorrenovar, multiplicar e de se desenvolverem noutros tipos de células. Ao serem essenciais para o crescimento natural e reparação do corpo ao longo das nossas vidas, as células estaminais podem tornar-se células do sangue, coração, ossos, pele, músculos, cérebro e todos os tecidos que nos compõem.

As células estaminais podem em breve tornar-se a base para o tratamento de doenças tais como a Doença de Parkinson, Diabetes, Insuficiência Cardíaca, Paralisia Cerebral, Doença Cardíaca e uma variedade de outras doenças crónicas. Armazenar as suas células estaminais para uso futuro pode ser uma das suas melhores decisões.

As células estaminais podem no futuro vir a ser usadas para tratar uma variedade de doenças para as quais não existe de momento curas ou tratamentos eficazes. Ao contrário dos medicamentos, as células estaminais podem ser utilizadas, de forma isolada ou em associação com biomateriais, para regenerar o tecido danificado como resultado de danos ou lesões.

Uma vez recebido o dente, os especialistas da Future Health avaliam a sua qualidade para assegurar que o dente é saudável e que contém polpa dentária viável para extração de células estaminais. As células estaminais da polpa dentária são de seguida extraídas e separadas de todas as restantes partes do dente. As células estaminais isoladas são semeadas num frasco de cultura e o seu crescimento é observado através de um microscópio para verificar se o procedimento foi bem-sucedido. Nessa altura são colhidas as células estaminais e preparadas para o armazenamento criogénico a longo prazo.

Uma vez separadas as células estaminais da polpa dentária, estas são colocadas em frascos criogénicos únicos e codificadas com códigos de barras para assegurar que podem sempre ser identificadas. De seguida são colocadas numa caixa criogénica para proteção extra. A caixa criogénica é então colocada num tanque de armazenamento contendo azoto líquido em estado a vapor.

Este é o processo de armazenamento das células estaminais dos dentes de leite das crianças (ou do dente do siso do adulto), que podem no futuro ajudar a tratar doenças, tais como a diabetes e doenças cardíacas.

As células estaminais dos dentes são células especiais que vivem no dentro tecido da polpa dos nossos dentes. Estas células estaminais são formadas durante a sexta semana do desenvolvimento de um bebé no útero. Elas contêm células estaminais mesenquimais (MSCs) únicas que têm o potencial de serem utilizadas numa ampla variedade de tratamentos médicos, tais como regeneração de tecidos e ossos.

Quando os dentes de leite da criança caírem (normalmente entre os 6 e 12 anos de idade) podem ser enviados para o laboratório para criopreservar e armazenar as células estaminais de um ou mais dentes, caso no futuro o seu filho ou outro membro da família necessitarem delas para tratar problemas de saúde futuros.

A Future Health desenvolveu a tecnologia, conhecimento e cuidados para manter as células estaminais dos dentes seguras, saudáveis e prontas a utilizar para o caso de um dia serem necessárias.

No caso do adulto, é possível guardar as células estaminais dos dentes do siso saudáveis. O processo é simples, basta pedir o kit de recolha e marcar com o seu dentista uma extração.

Saiba mais em: https://futurehealthbiobank.com/pt/armazenamento-celulas-polpa-dentaria/

 

Clínica Bessa